Apresentados mais três assaltantes de carro-forte

0

Mais três integrantes da quadrilha que assaltou um carro-forte, no dia 5 de abril, nas imediações de um hipermercado, na Avenida Paralela, foram apresentados à imprensa, na tarde desta quarta-feira (22), no auditório da Polícia Civil, na Praça da Piedade. Conduzida pelo delegado-geral Hélio Jorge Paixão, a apresentação dos presos teve a participação das delegadas Emília Blanco, diretora do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio, e Francineide Moura, titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos.

Publicidade

Além do vigilante Evilásio Freitas, que facilitou a ação dos assaltantes ao carro-forte da empresa onde trabalhava, policiais da DRFR prenderam Adaílton de Araújo Silva, o “Dai”, 35 anos, apontado como líder da quadrilha, e João Augusto Leal do Vale, 29, motorista do grupo. Indiciados em inquérito por prática de roubo qualificado e formação de quadrilha, eles estão custodiados no Complexo Policial da Baixa do Fiscal.

A polícia apurou que a quadrilha de Dai – condenado a 32 anos de prisão, por assalto a um banco na cidade de Criciúma, em Santa Catarina – também é responsável por praticar roubos a supermercados. Dai foi preso na noite de segunda-feira (20), quando desembarcava no Terminal Marítimo de São Joaquim, procedente da localidade de Gamaleira, na Ilha de Itaparica, onde estava escondido.

Com prisão preventiva decretada, é foragido do sistema prisional baiano, onde chegou a cumprir dez anos de pena por roubo de um veículo em Salvador e pelo roubo de R$ 3 milhões de um banco em Santa Catarina, no ano de 2003, em companhia de mais sete comparsas. Beneficiado pelo Indulto de Natal, em 2012, não mais retornou à Colônia Penal Lafayete Coutinho.

João Augusto, que diz ser técnico em informática, também foi preso na segunda-feira (20), na rua Nova do Godinho, no bairro da Saúde. As investigações o apontaram como o responsável por conduzir parte do bando para o assalto ao carro-forte na Paralela e agilizar a fuga. A prisão de Evilásio aconteceu no dia 15 deste mês, no Curuzu.

Segundo o delegado-geral Hélio Jorge Paixão, a movimentação da quadrilha liderada por Dai vinha sendo acompanhada por policiais da DRFR há 90 dias. “Estamos apurando se esse grupo tem ramificações no interior do estado”, afirmou, salientando que muitos assaltantes costumam aliar-se a outras pessoas, para práticas criminosas em diferentes municípios.

De acordo com a delegada Francineide Moura, titular da DRFR, Dai, João Augusto e Evilásio tiveram como comparsas no roubo ao carro-forte Wesley da Silva Santos, o “Neném”, 22 anos, Esdras Maciel Mota, o “Preto”, 38, Fábio Santos de Carvalho, o “Gordo”, 32, e André Dória da Silva, o “Deco”, 24. Os quatro foram capturados no dia 15 de abril, pela Coordenadoria de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil, e apenas Adriano Pereira da Silva se encontra ainda foragido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here