Assaltantes de bancos são presos em Ibotirama

0

A quadrilha que explodiu dois terminais de autoatendimento bancário, no município de Buritirama, na madrugada de terça-feira (28), já foi desarticulada por policiais da Coordenadoria de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil, que prenderam o líder José Ari Dantas da Silva, e três comparsas, identificados como Rubem Vânio Evangelista Carneiro, Enéas Soares Neto e João Neves dos Santos. Vinte e um quilos de dinamite, 54 espoletas, armas e R$ 5 mil foram apreendidos com os assaltantes, capturados na zona rural de Ibotirama, distante 651 quilômetros de Salvador.

Publicidade

Informado sobre o ataque aos caixas eletrônicos, o coordenador da COE, delegado Cleandro Pimenta, reuniu 23 policiais e seis viaturas, seguindo imediatamente para o Oeste baiano, concentrando as buscas aos criminosos nas cidades de Barra, Ibotirama, Buritirama, Morpará e Xique-Xique. Numa estrada de barro próxima à sede de Ibotirama, Enéas, ocupando um veículo de cor vermelha, tentou fugir ao avistar uma das viaturas da COE, sendo perseguido e preso.

Interrogado, admitiu abrigar os assaltantes em sua roça, na zona rural de Ibotirama, localizada às margens do rio São Francisco, próxima da aldeia indígena Tuxá. Ao notarem a chegada dos policiais, por volta de 14 horas, cinco criminosos acampados no mato reagiram, atirando, conseguindo fugir. Eles abandonaram os 21 quilos de dinamite, as 54 espoletas, além de um fuzil, uma espingarda calibre 12, um colete antibalístico e roupas camufladas.

As buscas aos cinco assaltantes prosseguiram até 21 horas de terça-feira. A 10 quilômetros do acampamento, a equipe da COE, finalmente, localizou Rubem Vânio e José Ari, que escondiam os R$ 5 mil retirados dos terminais de autoatendimento destruídos. O líder da quadrilha confessou ter explodido também um caixa eletrônico em Morpará, há duas semanas, e o roubo de um banco em Barra.

João foi preso em Buritirama, na manhã desta quarta-feira (29), por ter colaborado com a quadrilha, informando o horário em que o carro-forte abastecia os dois caixas eletrônicos na cidade. Ele ficará custodiado na delegacia local, enquanto José Ari e Rubem Vânio seguirão para o Presídio de Serrinha. Já Enéas será transferido para a Cadeia Pública, em Salvador. Eles foram autuados em flagrante por furto qualificado e formação de quadrilha ou bando armado.

As equipes da COE permanecem na região, buscando capturar outros integrantes do bando, como os pernambucanos Janison Resende Oliveira da Silva e José Manoel Resende, e o baiano Sandro Santana de Brito, o “Faustão”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here