Assaltos a ônibus reduzidos em 50%

0

As ocorrências de roubos a ônibus em Salvador caíram pela metade entre 1º de janeiro e 19 de maio deste ano, em comparação a igual período no ano passado. Foram 410 ocorrências nos primeiros 139 dias de 2013, contra as 797 registradas no mesmo período em 2012, representando uma redução de 48,5%, de acordo com o levantamento estatístico feito pelo Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (GERRC) da Polícia Civil.

A partir de fevereiro, houve uma queda significativa nos números de roubo a ônibus, tendo o percentual ficado em 57% naquele mês, comparando-se a fevereiro de 2012. Já em março, a diminuição foi ainda maior, atingindo 64,2%, em relação a idêntico período do ano passado. No mês de abril, a redução foi de 51,4% e em maio – até o dia 19 – de 48,9%, quando comparada aos 19 primeiros dias do mesmo mês de 2012. Salvador tem registrado uma média de três roubos a ônibus por dia e de 88 ocorrências por mês, conforme estatística do GERCC.

Oitenta assaltantes de ônibus foram presos em flagrante, entre 1º de janeiro e 19 de maio deste ano, tendo as equipes do GERRC cumprido oito mandados judiciais de prisão e apreendido 18 armas de fogo dentro de coletivos e em pontos de acesso de passageiros. A maioria das capturas e apreensões aconteceu em áreas de maior frequência de assaltos, como as avenidas Paralela, Centenário e Suburbana, a BR-324, Estrada das Barreiras, São Caetano e outras áreas periféricas da cidade.

O delegado José Mário da Silva Mota, coordenador do GERRC, atribui a diminuição dos índices às ações de combate e prevenção a essa modalidade de crime, realizadas em conjunto com a Polícia Militar, por meio da Operação Gêmeos. “Campanas e blitze são feitas frequentemente  em avenidas de grande extensão, na orla marítima e em bairros da periferia, resultando em  autuações e detenções de assaltantes”, afirma o delegado, que ressalta as orientações, feitas nessas abordagens pelos policiais, aos rodoviários e os usuários de transporte coletivo, sobre os cuidados e procedimentos a serem adotados, quando da ocorrência de assaltos.

Feito em parceria com as delegacias territoriais, o trabalho também é destacado como importante para a redução dos assaltos. Segundo José Mário, a maioria dos ladrões a ônibus tem passagem pelas DTs instaladas nos bairros da capital, o que facilita a identificação. Unidade policial especializada, subordinada ao Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), o GERRC tem a base no Complexo Policial da Baixa do Fiscal. Denúncias podem ser encaminhadas através dos telefones 3117-6637 e 3117-6641.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here