Condutor de moto aquática que morreu em Praia Grande não tinha habilitação

0

O Comando do 2º Distrito Naval investiga as causas do acidente que levaram a morte o condutor de uma moto aquática na noite deste domingo (20), em Praia Grande, na Baía de Todos os Santos. A Marinha abriu uma investigação e já identificou, de forma preliminar, que a vítima não tinha habilitação para conduzir o veículo náutico. A Capitania dos Portos esteve no local do acidente e também identificou que Ronaldo dos Santos Cerqueira atingiu a corda de amarração de um barco que estava na região. Um inspetor naval esteve no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues, mas um laudo completo com as causas e a responsabilidade do acidente só deve sair em 90 dias, quando for concluído o Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here