Cumpridos mandados contra cinco traficantes

0

st1:*{behavior:url(#ieooui) }

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:10.0pt;
font-family:”Times New Roman”;
mso-ansi-language:#0400;
mso-fareast-language:#0400;
mso-bidi-language:#0400;}

Cinco traficantes pertencentes a duas quadrilhas rivais que disputam o controle do tráfico em Itatim, a 213 quilômetros de Salvador, foram presos, na última sexta-feira (17), durante operação conjunta das polícias Civil e Militar, para cumprir dez mandados de busca e apreensão e dois de prisão naquela cidade, nos bairros da Salgada e Coqueiro, locais onde atuam os criminosos.

Em poder de Dionathas Silva Lima, o “”Jonas”,  29 anos, Antônio Dias da Silva, o “”Doxinha””, 22, e José Ferreira Santos, o “”Zé Goró””, 47, procedentes do Salgada, foram apreendidas pequenas porções de maconha, crack e cocaína prontas para venda e um revólver calibre 38. Na residência de Jonas,”os policiais apreenderam também 20 galos de briga, todos com ferimentos contraídos nas rinhas. Ao titular da Delegacia Territorial de Itatim, delegado Adílson Bezerra Freitas, Jonas confessou organiz ar brigas de galos.

Com Márcio dos Santos Souza, 29, e Orlando da Silva Lima, 45, integrantes da quadrilha que age no Coqueiro, foram apreendidos meio quilo de crack, pequena quantidade de maconha, um revólver calibre 38, um Gol cinza, placa JNY-2739, uma motocicleta Yamaha 125 verde, placa JOK-1463, e uma Honda Pop preta, placa OKR-3478, encaminhados para exames periciais.

Na residência de um homem apelidado de ”Bodoga”, localizada no centro de Itatim, onde os policiais cumpriram um dos mandados de busca e apreensão, havia 150 jabotis, que, segundo suspeita do titular da DT/Itatim, seriam vendidos. Bodoga não estava no imóvel, quando da ação policial.

Já o traficante Renê Silva da Paixão, 20, que atirou contra os policiais, ao ser abordado em via pública, foi morto durante o confronto. Ele portava um revólver calibre 38. Jonas, Doxinha, Zé Goró, Márcio e Orlando foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma e tráfico de drogas, permanecendo custodiados na carceragem da DT/Itatim, à disposição da Justiça. Jonas vai responder também por crime ambiental, por organizar brigas de galo .

Drogas no quintal

Em mais uma operação de combate às drogas, policiais da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Itabuna) prenderam seis traficantes em duas casas, no bairro de Nova Itabuna, na periferia do município. Apontado como o líder da quadrilha, José Amorim Araújo, o “Pajé”, 20 anos, escondia drogas, armas e munições no quintal da residência da mãe, Marilene Ferreira Amorim, 38, onde foram  apreendidos dois adolescentes infratores, ambos com 17 anos.

Cumprindo mandados de prisão e de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara Crime de Itabuna, a equipe da 6ª Coorpin prendeu em flagrante, no imóvel de número 99, na avenida Beira Rio, Taiara dos Santos Alexandria, 30 anos, e Alanderson Nascimento de Souza , o  “Japa”, 19 anos, o qual portava 43 gramas de cocaína. Japa”responde por um homicídio, praticado no ano de 2010, quando ainda era menor de idade e cuja vítima, Felipe Oliveira Teles, foi morta a tiros num crime motivado por dívida de drogas.

Na casa de número 100, na mesma avenida, estavam, além de Pajé e Marilene,  Rafael Pereira Rodrigues e Kailene Francisca dos Santos, ambos com 19, e os adolescentes. Ali havia também um notebook , 260 gramas de maconha prensada, dividida em dois tabletes, 69 buchas da mesma droga, uma espingarda calibre 12 de fabricação artesanal, um revólver 38, 13 cartuchos de vários calibre: oito de 38, dois de 12 e três de 32.

Alvos dos mandados de prisão, Pajé e Japa já estão recolhidos no Conjunto Penal de Itabuna, onde também seguem custodiados, à disposição da Justiça, Taiara, Marilene, Rafael e Kailene. O delegado Evy Paternostro, coordenador da 6ª Coorpin,  e as delegadas Gildete Lima Duarte e Ana Paula Fontes autuaram os seis criminosos em  flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse legal de arma e munição. Os dois adolescentes foram entregues aos pais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here