Inquérito vai apurar o suicídio do preso

0

A delegada Ana Lúcia Gonçalves, titular da 37ª Delegacia Territorial (São Sebastião do Passé), já instaurou inquérito para apurar as circunstâncias do suicídio de Éverton Alves dos Santos, 32 anos, custodiado naquela unidade policial. Preso pelo estupro de duas meninas, foi encontrado enforcado em lençóis, por volta das 5 horas desta quarta-feira (8). Ele estava sozinho numa cela da 37ª DT, cuja carceragem, com capacidade para 20 pessoas, tinha, no momento, 11 presos.

Todos custodiados já foram ouvidos e afirmaram não ter percebido nenhuma movimentação suspeita durante a madrugada. O policial plantonista também prestou depoimento e confirmou que “o turno foi tranqüilo”. A delegada Ana Lúcia aguarda os laudos periciais da cela e o da necropsia, realizados pelo do Departamento de Polícia Técnica (DPT), para concluir o inquérito, que deverá ser remetido à Justiça em 30 dias.

Usuário de drogas e utilizando medicação controlada, Éverton sofria alucinações e era mantido isolado dos demais presos devido à sua agressividade, pois sempre que colocado em celas coletivas atacava os companheiros. Por conta do seu estado emocional, constantemente precisava de atendimento médico. O suicida deixou um bilhete – já encaminhado para perícia no DPT – no qual dizia ao juiz que iria se matar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here