Inteligência do MP subsidia prisão no Espírito Santo de foragido da Justiça baiana

0

O Ministério Público estadual, por meio de denúncia anônima recebida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e de Investigações Criminais (Gaeco), forneceu informações que subsidiaram a prisão de Tadeu Alves dos Santos, conhecido como Tadeu Galego, na última quarta-feira, 26. Ele se encontrava foragido da Justiça baiana desde setembro deste ano e foi preso no município de Serra, no estado do Espírito Santo, por policiais militares em articulação com agentes da delegacia local. Galego é condenado por crimes de roubo, latrocínio e homicídio qualificado, na Bahia, e vivia naquela cidade com identidade falsa.

Publicidade

Ainda em setembro último, logo após a expedição do mandado de prisão contra Tadeu, o Gaeco entrou em contato com o Núcleo de Inteligência da 3ª Delegacia Regional, de Serra, e enviou as informações da localização do criminoso na cidade, acompanhadas das fichas policial e judicial e foto do foragido. Após várias diligências feitas na localização fornecida pelo MP baiano, PMs de Serra receberam no dia último dia 26 um chamado de ocorrência de possível ameaça registrada por uma mulher, com referência ao endereço identificado pelo Gaeco. A polícia reconheceu Tadeu Galego por meio da fotografia e encontrou com ele um documento de identidade em nome de outra pessoa. Os policiais o prenderam em flagrante delito e deram cumprimento ao mandado de prisão. Tadeu Galego foi encaminhado ao sistema prisional do Espírito Santo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here