Ladrão agia na Bahia, em Alagoas e Sergipe

0

Uma ação conjunta das polícias Civil e Militar resultou, nesta terça-feira (21), na prisão de Genevaldo Bonfim Santos, 34 anos, integrante de uma quadrilha especializada em roubos de veículos nos estados de Alagoas, Bahia e Sergipe. Monitorado por investigadores da 2ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Alagoinhas), ele foi visto chegando a um hotel, no centro da cidade, a bordo do veículo Pajero TR-4, roubado em Estância, na semana passada.

Publicidade

Surpreendido com a presença dos policiais, reagiu à abordagem         e efetuou vários tiros contra as guarnições. Houve revide e Genevaldo, mesmo ferido nos braços, conseguiu fugir com o veículo. Perseguido, foi alcançado e preso no bairro Alagoinhas Velha, a alguns quilômetros do centro, com um revólver calibre 38, da marca Taurus, com cartuchos deflagrados.

Baiano de Itajuípe, estava no hotel desde o final de semana, acompanhado de uma mulher, duas crianças e mais três outros homens. A polícia pretendia prendê-los na segunda-feira (20), mas os assaltantes – Genevaldo e três comparasas – já haviam saído do local com uma Hilux, roubada em Aracaju. Além da Pajero e da Hilux, o grupo tinha ainda outros dois veículos: uma caminhonete Chery, placa OHK – 5225, e um Fox, IAF 2114, roubados em Arapiraca (AL) e Aracaju (SE).

O delegado Jobson Mendes, coordenador da 2ª Coorpin, disse que vítimas, ouvidas nos estados onde a quadrilha atua, relataram que “os assaltantes promoviam seqüestros-relâmpagos, faziam saques com cartões das vítimas e ainda levavam os veículos, deixando os proprietários abandonados em lugares distantes”.

Com passagem por prática de roubo em Feira e com mandado de prisão em aberto, expedido pela Justiça de Sergipe, Genevaldo, segundo o delegado Glauco Suzart, titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Alagoinhas, sempre viajava acompanhado de uma mulher e de crianças, “formando uma família, apesar de não existir qualquer parentesco, com o objetivo de afastar suspeitas sobre sua atividade criminosa”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here