Petista aposta no voto de liderança

0

Por: Daniela Pereira – Tribuna da Bahia.

Publicidade

Confiante em sua extensa base aliada, o Partido dos Trabalhadores e coligados apostam no voto de liderança para levar vitória na sucessão do Executivo. A afirmação foi feita pelo candidato petista ao governo, Rui Costa durante visita à Tribuna.
Na ocasião, Rui, que estava acompanhado do candidato a vice João Leão (PP) e do candidato ao Senado, Otto Alencar (PSD), falou sobre os projetos de governo, criticou as pesquisas antecipadas e avaliou a candidatura da ex-senadora Lídice da Mata (PSB). Os integrantes da chapa governista foram recebidos pelo presidente do jornal Walter Pinheiro, Diretor de Redação Paulo Roberto Sampaio e o Diretor de Relações Marcelo Sacramento.
As discussões sobre a sucessão para o governo da Bahia crescem em torno de dois candidatos. De um lado o ex-governador Paulo Souto (DEM), que apresenta extenso currículo político e conta com o apoio do atual prefeito democrata, ACM Neto.
Do outro, o ex-chefe da Casa Civil, Rui Costa, que apesar de ser pouco conhecido no cenário político, conta com o apoio do governador Wagner e da presidente Dilma Rousseff. Diante das diferenças e idades e trajetórias políticas, a chapa governista aposta no projeto petista, na popularidade e quantidade de prefeituras que o PT possui na Bahia para alavancar a candidatura de Rui Costa.
João Leão elenca vantagens
De acordo com o deputado João Leão, a quantidade de prefeituras do Partido dos Trabalhadores na Bahia é uma vantagem em relação aos Democratas. “Temos 57 prefeituras, enquanto o DEM tem apenas oito. Além disso, temos prefeitos com até 97% de aprovação, como é o caso de Zé Cocá de Lafaiete Coutinho e João Filho de Itaberaba, com 90% de aprovação na administração. Então podemos dizer que temos sete milhões de leitores da base aliada contra três milhões na base deles (democratas). Tenho certeza que o eleitorado desses prefeitos vai transferir o voto para a gente”, apostou o candidato a vice pela chapa governista.
Ainda de acordo com Leão, apesar de Rui Costa ser um nome pouco conhecido, a vitória no primeiro turno e garantida. “Já fui um dos prefeitos mais votados. Não sou maluco de deixar uma eleição de deputado para ser candidato a vice e perder. Vamos ganhar no primeiro turno, principalmente pelos votos de liderança. O único problema é que muita gente não conhece Rui”, avaliou.
Já o próprio Rui Costa não avaliou essa situação como uma desvantagem, pois o eleitorado baiano tem, apostado, conforme ele, na sensação de renovação política e pessoas novas à frente do Executivo.
Ainda segundo Rui Costa, é cedo para fazer qualquer tipo de avaliação dos candidatos. “Temos que observar que as campanhas só começam de fato a partir de 5 e julho, que é quando inicia o horário eleitoral. Tivemos um exemplo disso em 2012 com Haddad para a prefeitura de São Paulo”, afirmou.Já o candidato ao senado eex vice-governador, Otto Alencar, disse que as pesquisas divulgadas antes das ações da campanha serem iniciadas, servem apenas para fazer guerra política e psicológica. “A intenção é justamente essa. Por causa essas pesquisas, muitos prefeitos tentam mudar de lado, mas o fato é que quando a campanha começa a situação muda muito. A gente não atinge um eleitorado de 10 milhões de pessoas se não for com rádio e televisão”, disse.
Os petistas ainda aproveitaram a oportunidade para avaliar a situação da candidata Lídice da Mata e descartou a possibilidade e segundo turno. “A candidatura de Lídice é frágil e nos nossos números já a passamos muito. Ela ainda sustenta alguns números em Salvador, mas no interior do Estado não. Quando a campanha se consolidar, ela vai cair mais”, avaliou Rui Costa. “Quando a campanha polarizar, vários eleitores dela virão para nós”, afirmou Otto Alencar.
Diante disso, a chapa petista garante vitória no primeiro turno.”Temos tranquilidade e vamos caminhando. Temos 360 prefeituras apoiando, além de 60% de aprovação de Dilma na Bahia. Vamos deixar as eleições começarem com calma”, disse Rui Costa. “Temos um projeto de governo para a Bahia e vamos dar continuidade aos trabalhos já iniciados por Wagner”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here