Suspeito de homicídio flagrado com drogas e armas

0

Já está preso, na 18ª Delegacia Territorial (Camaçari), o traficante Moisés de Souza Araújo, 28 anos, suspeito do assassinato de Carlos André Perlin Cruz, 40, ocorrido, no final da tarde de quinta-feira (2), em frente ao local de trabalho da vítima, o “Ferro-Velho de Dedé”, no bairro Gravatá. Dois homens chegaram ao estabelecimento comercial numa motocicleta e dispararam vários tiros em Carlos André, que morreu, por volta de 19 horas, no Hospital Geral do município.

Publicidade

Capturado por uma guarnição da Polícia Militar, Moisés escondia em casa, situada na rotatória principal do bairro Piaçaveira, 18 tabletes de maconha e cinco trouxas da mesma droga, 12 pedras grandes e três pedras pequenas de crack, pouca quantidade de cocaína num saco, 25 quilos de ácido bórico, vários recipientes para acondicionar cocaína e uma balança. Oito celulares, duas CPUs, dois notebooks e um tablet também foram apreendidos.

Havia ainda no imóvel, uma motocicleta GC 150, de cor preta, placa HCQ-4139, dois revólveres calibre 38, municiados, três cartuchos de calibre 38 intactos e seis do mesmo calibre deflagrados, um cartucho de calibre 44, além de R$ 3.447.   O delegado plantonista Euvaldo Costa dos Santos autuou Moisés em flagrante por tráfico e posse ilegal de arma e munição, mantendo-o à disposição da Justiça, na carceragem da 18ª DT.

Os policiais investigam a participação do traficante na morte de Carlos André e buscam identificar o outro homem envolvido no crime, cuja motivação pode ter relação com dívidas de droga.  A perícia vai apontar se os revólveres apreendidos na casa de Moisés foram os mesmos utilizados no assassinato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here