Temporária para morador de rua

0

Flagrado nas imagens de câmaras de segurança de um prédio, assassinando a pedradas, no dia 8 de agosto do ano passado, no Jardim Cruzeiro, o morador de rua Saraílton Campos da Silva, 43 anos, o também morador de rua e usuário de drogas Renílson Nascimento Santos, o “Cicatriz”, 32, foi preso, por investigadores da 3ª Delegacia Territorial (Bonfim), que cumpriam mandado de prisão temporária.

A delegada Simone Moutinho, titular da 3ª Delegacia de Homicídios (Baía de Todos os Santos), obteve informações de que Cicatriz voltara a perambular pelas ruas do Jardim Cruzeiro e acionou a equipe da 3ª Delegacia Territorial (Bonfim). Conduzido ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), confessou ter assassinado Saraílton, depois de uma briga por causa de drogas.

Catador de material reciclável, revelou à delegada que todo o dinheiro ganho com a vendas de latas, plásticos e papelões era utilizado para comprar drogas, invariavelmente tomadas dele por Saraílton. Não suportando mais, afirmou que, aproveitando o fato de a vítima estar dormindo sobre uma marquise, usou um paralelepípedo para golpeá-lo, várias vezes na cabeça.

Apontado como agressivo por outros moradores de rua, ouvidos durante as investigações, Saraílton já esteve preso por agressões e roubo, sendo suspeito de praticar estupros no Jardim Cruzeiro. Também com passagens anteriores pela polícia (por furtos e roubos), Cicatriz foi indiciado por homicídio e encaminhado à carceragem do Complexo Policial da Baixa do Fiscal, onde permanecerá à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here