Trabalhadores do Banco do Nordeste encerram greve depois de 27 dias

0

Depois de 27 dias, a greve dos bancários está totalmente encerrada na Bahia. Em assembleia na noite desta terça-feira (15), os trabalhadores decidiram encerrar a paralisação no Banco do Nordeste, única instituição em que as atividades ainda não tinham sido retomadas. A assembleia aconteceu no auditório do Sindicato da Bahia, nas Mercês. Para os bancários, um dos benefícios da proposta do banco é garantir da PLR Social, de 3%, distribuída além do proposto pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). A greve foi encerrada na sexta (11) em boa parte dos bancos – as exceções foram o Banco do Nordeste e a Caixa Econômica. Ontem, os bancários da Caixa votaram pelo fim da paralisação e já retomaram as atividades. Com o fim do movimento grevista no BNB, a situação agora ficará normalizada em todas as agências do estado. Com a proposta aceita, o reajuste é de 8% (1,82% de aumento real) e o piso dos bancários terá aumento de 8,5%. Também foi acertado aumento de 10% sobre a parcela fixa da Participação nos Lucros e Resultados e uma elevação de 2% para 2,2% no percentual de lucro que deverá ser distribuído pelos bancos. Os dias parados pela greve serão compensados com até uma hora de trabalho a mais por dia, entre segunda e sexta, até 15 de dezembro. Inicialmente, a categoria pedia 11,93% de reajuste, o que incluía 5% de aumento real, e um valor maior na PLR. A greve deste ano foi a mais longa desde 2004 – ao todo, foram 23 dias parados. Os trabalhadores avaliam que a paralisação deste ano foi “uma das mais fortes dos últimos anos”. Segundo o sindicato, ao todo 828 agências estavam paradas na Bahia no final da greve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here