Unidade dos Bombeiros atende todo Oeste baiano

0

Publicidade

/* Style Definitions */
table.MsoNormalTable
{mso-style-name:”Tabela normal”;
mso-tstyle-rowband-size:0;
mso-tstyle-colband-size:0;
mso-style-noshow:yes;
mso-style-priority:99;
mso-style-qformat:yes;
mso-style-parent:””;
mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt;
mso-para-margin:0cm;
mso-para-margin-bottom:.0001pt;
mso-pagination:widow-orphan;
font-size:11.0pt;
font-family:”Calibri”,”sans-serif”;
mso-ascii-font-family:Calibri;
mso-ascii-theme-font:minor-latin;
mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;
mso-fareast-theme-font:minor-fareast;
mso-hansi-font-family:Calibri;
mso-hansi-theme-font:minor-latin;
mso-bidi-font-family:”Times New Roman”;
mso-bidi-theme-font:minor-bidi;}

Uma unidade do Corpo de Bombeiros Militares (CBM) foi inaugurada nesta terça-feira (28), em Barreiras, para atender a 33 municípios do Oeste da Bahia. A solenidade de entrega teve a presença do governador Jaques Wagner, do secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, e do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alfredo Castro.

Ela dispõe de um efetivo de 93 militares, sendo 19 mulheres, comandados pelo capitão BM Paulo Henrique de Araújo Reis. Oito viaturas, além do sistema informatizado que facilitará o trabalho das equipes, completam a estrutura. No total são R$ 1,8 milhão de investimento, atendendo a uma reivindicação de mais de 30 anos das comunidades da Região Oeste.

O governador disse que essa é uma das várias ações desenvolvidas no Oeste baiano e citou, como exemplos, uma ponte em construção sobre o Rio de Ondas e a atração de mais uma universidade federal, a do Oeste. Já o secretário Maurício Barbosa ressaltou que uma unidade do Corpo de Bombeiros era reivindicação de mais de 30 anos dos moradores da região. “Estamos dando mais um passo no reforço da segurança pública em todo o estado da Bahia”, afirmou.

Segundo o capitão BM Paulo Henrique Araújo, a antiga sede era provisória e a estrutura não era adequada para atender à população. “Nós atendemos a 33 municípios, que correspondem à aproximadamente 1 milhão de habitantes. Nessa região o comércio é muito forte, com empresas ligadas ao agronegócio, ao armazenamento de produtos agroindustriais e também de manutenção de caminhões. Agora o atendimento vai ser muito mais eficiente”, garantiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here