Cristiano Araújo teve cachê mais caro do São João de Salvador

0

Quem se surpreendeu com a popularidade do cantor sertanejo Cristiano Araújo, morto em acidente de carro na madrugada de quarta-feira, terá nova surpresa ao ver a lista dos maiores cachês pagos pela Bahiatursa para artistas que se apresentaram no São João do Pelourinho. Dos 88 contratos divulgados, ontem, pelo Diário Oficial do Estado, o de Cristiano Araújo liderou o ranking dos mais caros, junto com o da banda Aviões do Forró. Cada um custou R$ 200 mil aos cofres públicos. Apesar de novato no circuito de festas juninas do Nordeste, o goiano desbancou atrações que estão há décadas na vitrine ou que têm grande aceitação entre o público da capital. Casos da cantora Elba Ramalho e do cantor Saulo Fernandes, contratados por R$ 190 mil e
R$ 180 mil, respectivamente.


cristiano araujo morto
Atrás no páreo
Para efeito de comparação, o valor pago pela Bahiatursa para trazer Cristiano Araújo superou o de outras atrações que estão no topo da indústria junina. Sucessos nos maiores arrasta-pés nordestinos, as bandas Calcinha Preta, Cavaleiros do Forró e Estakazero receberam R$ 150 mil, R$ 130 mil e R$ 100 mil. O cantor, compositor e sanfoneiro Dogival Dantas, autor de dezenas de hits de São João, recebeu R$ 120 mil.

Invasão sertaneja
A relação dos contratos mais bem pagos também traz outros nomes e mostra o avanço dos sertanejos nos forrobodós da Bahia. Caso do cantor paraense Israel Novaes, integrante da mesma geração de Cristiano Araújo. Sua apresentação no Pelourinho custou R$ 120 mil, o dobro do que foi pago pelo show de Targino Gondim, compositor que tem no currículo um Grammy, em 2001, pelo álbum Esperando na Janela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here