Filho de Casemiro Neto abriu empresas em nome de laranjas, afirma polícia

0

Durante coletiva de imprensa que revelou detalhes do esquema de fraude contra o fisco estadual e de concorrência desleal em licitações públicas, que resultou na prisão do filho e da nora do apresentador Casemiro Neto, o Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco) revelou que Rafael Prado Cardoso abriu cerca de 20 empresas em nome de laranjas.

O casal foi preso em São Paulo, na noite deste sábado (14). A Operação Aleteia, conduzida em conjunto entre o o Ministério Público Estadual e as secretarias estaduais da Fazenda e da Segurança Pública,A estimativa é de que o prejuízo com as fraudes fiscais seja de R$ 4,5 milhões.

link-zap
Loading...

Mariana-Nasi-e-Rafael-Cardoso_resize
O filho do apresentador e sua esposa, Mariana Nasi, são acusados pelos crimes de sonegação fiscal e fraude em contratos com estados e municípios, onde forneciam materiais escolares e de escritórios pirateados. O casal será transferido para a Bahia em breve

Além de Rafael e Mariana, a força-tarefa prendeu ainda o empresário Cesar Matos, no Horto Florestal, em Salvador. O irmãos Bruno Matos e Ricardo Matos, também tiveram mandato de prisão expedidos, mas estão foragidos.

Três funcionários da empresa Washington Luiz Cidreira Mendes também estão foragidos. são eles Marcos Menezes e Tatiane Ramos. No total, são nove mandados de prisão expedidos.

O filho de Casemiro Neto abriu as empresas em nome de laranjas que seriam funcionários dele. Segundo a polícia, o grupo identificado com Matos participa das licitações ao lado do grupo de Rafael simulando competição. O casal tinha como laranja Maria de Fátima Andrade Silva, que foi presa neste domingo (15).

A operação foi batizada de Aleteia porque este é o nome do espírito da verdade na mitologia grega que se opõe à mentira.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here