Justiça Eleitoral cassa diplomas de prefeito e vice-prefeita

0

O prefeito de Irecê, Luiz Pimentel Sobral (PTN), conhecido como Luizinho Sobral, e a sua vice, Hisidora Alves (PMDB), tiveram os mandatos cassados nesta quinta-feira (3) pela Justiça Eleitoral. O gestor, que foi eleito em 2012 com 51,17% dos votos válidos, foi condenado por abuso de poder econômico durante a campanha eleitoral. A coligação “Para seguir em frente”, liderada pelo ex-prefeito Zé das Virgens (PT), responsável pela ação, acusou o político de uso indevido de uma rádio e site da cidade durante o pleito. O juiz da Comarca local, Alexandre Lopes, acatou a ação e determinou a perda imediata dos cargos. Luizinho terá três dias, após a publicação, para recorrer da decisão em segunda instância. Caso o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) mantenha a decisão, o presidente da Câmara assumirá a administração municipal e uma nova eleição deverá ser marcada, já que Sobral foi eleito com mais da metade dos sufrágios validados. Contatado pelo Bahia Notícias, o advogado que defende o prefeito, André Requião Moura, afirmou que aguarda a publicação para tomar as medidas cabíveis. “Estamos tranquilos. Caso confirme a decisão, iremos recorrer. Temos a informação extraoficial, mas se o juiz entender ‘eficácia imediata’, iremos buscar uma decisão junto ao TRE-BA, até para que não ocorra uma alternância de poder antes do julgamento final, inclusive para tranquilizar a população”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here