Lauro de Freitas: vereador nega comportamento homofóbico e diz foi desrespeitado

0

O presidente da Câmara Municipal de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, Gilmar Oliveira (PSD)  rebateu as acusações de homofobia feita por Djair de Jesus Júnior, 26 anos, conhecido como Pirikito, que se apresenta como assessor do vereador Antonio Rosalvo (PSDB). “Ele é muito ousado e me desrespeitou, achando que poderia fazer da Câmara a casa dele. Não iria usar termos chulos. Infelizmente a pessoa gosta de criar cavalo de batalha para se aparecer. Mas ele vai cair do cavalo”, disse e ressaltou que Djair usa a amizade que tem com parlamentares para utilizar o patrimônio público.GilmarOliveira-presidente-da-camara-de-vereadores-de-lauro-de-freitas-e-djairjuniorfoto-reproducao

Djair procurou o Grupo Gay da Bahia (GGB) para relatar o fato. “Cheguei e pedi a permissão da secretária para fazer a impressão do documento e ela permitiu que usasse um computador disponível na ante sala da presidência” explica o assessor. Nesse momento, conta Djair, que o vereador Gilmar entrou exaltado e perguntou em voz alta o que ele estava fazendo e declarado que não queria “viadagem aqui (Câmara)”. “Isso doeu tanto, que me levantei e sai para beber água porque meu coração estava a ponto de sair”.
O fato também foi rebatido pelo vereador. “Jamais seria homofóbico. A gente vive em um país da diversidade. Ele não é funcionário da Câmara, nem de nenhum vereador. E mesmo que fosse não pode usar usar o computador da minha secretária sem autorização. Eu realmente mandei ele sair”, contou.
Ao final da entrevista, o presidente da Câmara fez questão de ressaltar que é evangélico e não concorda com a prática da homossexualidade, mas respeita os homossexuais. “Eu amo todo eles. A Bíblia diz que tenho que amar nosso próximo como a nós mesmos. Não sou a favor da prática, mas amo e respeito”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here