Médicos baianos prometem greve para os dias 5 e 6 de junho. E agora! vamos morrer?

0

O presidente do Sindicato dos Médicos da Bahia (Sindimed), Francisco Jorge, afirmou na tarde desta quinta-feira (31) que a categoria não entrou em consenso com o governo na reunião da última quarta (3), às 19h, no Apart Hotel The Plaza, no bairro de Ondina, em Salvador, e que irá paralisar as atividades nos próximos dias 5 e 6 de junho. No período, mobilizações vão acontecer. A concentração será em frente ao prédio da reitoria da Universidade Federal da Bahia (Ufba), localizada no Canela. Segundo o dirigente da entidade da classe, a motivação dos trabalhadores foi a “falta de clareza e evidência” por parte da proposta apresentada pelo secretário da Saúde, Jorge Solla, na ocasião. “O governo fala em subsídios, o que não é novo para nós, mas a proposta não ficou clara. Concordamos em parte com o que nos foi apresentado, mas queremos um cronograma com prazos e projeção para firmarmos acordo”, contou. Francisco também informou que um ofício foi elaborado pelos sindicalistas com o intuito de apontar os aspectos que precisam ser esclarecidos para que haja o acerto. “Vamos enviar o documentos nesta tarde [quinta-feira 31] para que o governo possa realizar incrementos para acatar o nosso pleito [dos médicos]”, disse. Uma nova assembleia está marcada para o dia 13 de junho, com lugar ainda não definido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here