Quadrilha assusta cidade em mais de 20 minutos de tiros e foge com reféns

0

Uma quadrilha armada com fuzis, formada por pelo menos 20 pessoas, invadiu a cidade de Conde, a 200 km de Salvador, por volta das 11h desta terça-feira (2), gerando pânico entre a população e a polícia. De acordo com a Polícia Civil, os criminosos atiraram por mais de 20 minutos e os disparos atingiram a delegacia, a viatura e o alojamento da Polícia Militar (PM). Em seguida, eles se dirigiram à agência do Banco do Brasil, renderam funcionários, fizeram os clientes de “escudo humano” e fugiram com reféns, de acordo com a Polícia Militar.

Pelo menos 12 pessoas foram feitas reféns e colocadas no “capô” e na janela da caminhonete, entre funcionários e clientes. Até por volta das 14h30, a Polícia Civil não tinha informações se elas foram libertadas. Equipes da 51ª Companhia Independente da PM (CIPM), da CIPE, do Grupamento Aéreo (GRAER) e do BOPE ajudam nas buscas.


refem

O delegado André Silva conta que estava acompanhado apenas a um escrivão na delegacia e que desconfiou do crime quando ouviu um segundo tiro. Nesse momento, ele olhou para rua, viu as dezenas de homens armados e correu em sentido contrário, junto ao colega investigador.

“Eu estava na minha sala, achei estranho, um barulho seco, não parecia fogos de São João. Na hora do segundo tiro, avistei um monte de gente armada. Nós conseguimos correr para o lado contrário. Foi muito tiro na cidade. Eles chegaram nos procurando. Podiam nos matar”, afirmou o delegado, ainda agitado após a situação.

conde

Segundo o delegado, a equipe da PM da cidade também não podia entrar em confronto com os bandidos. “Eles atiraram no posto da PM, na viatura. Não tinha como entrar em confronto”, diz. “e contra a delegacia do município. Com o intuito de preservar a integridade física dos reféns, que foram utilizados durante toda a ação, a polícia evitou reagir”, informou a PM, em nota à imprensa.

Um professor da cidade, que prefere não se identificar, conta que estava perto de entrar no banco quando percebeu a ação criminosa. “Quando eu ouvi o primeiro tiro, corri para um supermercado e fiquei lá com as portas fechadas. Os tiros eram todos dos bandidos. Demorou mais ou menos 25 minutos”, contou a testemunha.

Segundo informações da assessoria da PM, os funcionários do banco foram rendidos enquanto a quadrilha roubava quatro caixas eletrônicos e o cofre.

Veja o vídeo:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here