São João em Iaçu vai ser dentro de trem

0

O passeio de trem é uma das novidades da 10ª edição do Arraiá do Mochilão, a festa de São João do município de Iaçu, localizado na Chapada Diamantina, a 30 km ao sul  de Itaberaba.
Durante três dias, será possível viver a experiência de andar sobre trilhos ao som do genuíno forró pé-de-serra apresentado pelo Trio Umbuzeiro.
Serão quatro passeios durante os dias 22, 23 e 24. O acesso é por meio de passaporte que custa R$ 10.
A ação torna possível o desejo de muitos moradores e visitantes de Iaçu que desejam andar no “Mochilão”, o trem que faz a abertura oficial do São João de Iaçu.
Cada passeio tem duração de 50 minutos com partida da Estação Ferroviária, localizada na Praça Florentino Reis, onde acontece a festa, ida até o Balneário das Três Gameleiras e retorno. Em todo o trajeto haverá o show do Trio Umbuzeiro.
Nos três dias haverá edições do passeio pela manhã ( 10h às 10h50 e 11h às 11h50); e à tarde (15h às 15h50 e 16h às 16h50).
Como há limite de ocupação, o ideal é garantir a reserva dos passaportes com antecedência.

iacu

História do Trem Mochila
A constituição de Iaçu está profundamente ligada à chegada da ferrovia na segunda metade do século XIX.
A localização privilegiada à beira do Rio Paraguaçu no trecho mais próximo a cidades como Itaberaba e Ruy Barbosa fez com que a localidade então parte da Fazenda Sítio Novo se tornasse um povoado que, em 1958, foi emancipado do município de Santa Teresinha.
O trecho onde hoje é a Praça Florentino Reis, mais conhecida como Praça da Estação, era o ponto de concentração dos tropeiros que traziam mercadorias de localidades da alta e média chapada para embarcar nos trens. Para fazer a travessia do rio eles usavam um tipo de balsa chamada “ajojo”. Em 1904 foi construída a ponte Severino Vieira o que dinamizou ainda mais a localidade que hoje é a cidade de Iaçu.
Como também havia transporte de passageiros, muita gente tinha que pernoitar devido às longas viagens. Esses viajantes eram chamados de “candangues” e o trem ganhou o apelido de “Mochilão”, pois seus usuários costumavam levar muita bagagem.
Os trens de passageiros deixaram de circular na cidade em meados da década de 1980, mas ainda marcam o imaginário local de forma muito significativa. Por esse motivo, em 2004, a Prefeitura Municipal decidiu fazer um São João inspirado nesse forte patrimônio cultural.
Na abertura dos festejos, a chegada do “Mochilão” é encenada em ritmo de festa, mas também de celebração da memória local. Além disso, há também o “Arrastão dos Candangues”, um desfile pelas ruas da cidade ao som do forró.
Como ao longo dos anos, muita gente demonstra o desejo de andar novamente ou experimentar pela primeira vez a sensação de andar de trem, os organizadores e apoiadores da festa decidiram esse ano incentivar mais esse serviço.
Programação do Arraiá do Mochilão
As festividades do Arraiá do mochilão, em Iaçu começam no sábado, dia 21, com a chegada do tradicional trem Mochilão, que dá nome à festa. Em seguida sobem ao palco principal o cantor Adelmário Coelho, e as bandas Casaco de Couro e Portal da Bahia.
No domingo, 22, quem assume a folia junina é a banda Zumbelê. A principal atração da segunda noite é o forrozão da banda Menina Faceira. Depois o palco será entregue a Bruno Lima, voz do arroja da região.
A segunda-feira, 23, noite em as famílias mantém a tradição de acender as fogueiras nas portas das casas. A programação contará com Forró Saborear, XaXá Dum Dum, Trio Nogueira e Mega Xote. A terça-feira, 24, o clima de descontração toma conta das principais ruas da cidade, com o Arrastão dos Candangues, animado pelo Trio Umbuzeiros.
Outro ponto alto do Arraiá do Mochilão é o tradicional Arrastão dos Candangues, uma manifestação folclórica que acontece no 24 de Junho, último dia da festa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here