Servidor público baiano é chamado de “chimpanzé” no WhatsApp e denuncia injúria racial

0

Um servidor público do município de Sobradinho, situado a 588 quilômetros de Salvador, foi chamado de “chimpanzé” após compartilhar um vídeo através do WhatsApp e denunciou à polícia ter sido vítima de injúria racial.

Alexsandro Lima prestou queixa na delegacia contra o suspeito, identificado como Clênio Rodrigues, de 27 anos.

A notícia continua após esta Publicidade

Foi a filha de Alexsandro que leu a mensagem na rede social e enviou o print para o pai. “Esse chimpanzé deveria estar na jaula”, diz o comentário.

O suspeito, que também mora em Sobradinho, deve prestar depoimento sobre o caso nesta terça-feira (19).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here