Suspeita de matar jovem na BA nega crime por R$ 15 e alega legítima defesa

0

A merendeira Aline Alves Santos de Sousa, de 23 anos, suspeita de assassinar com uma faca a adolescente Ingrid Lima dos Santos, 15 anos, negou que tivesse cometido o crime por conta de uma dívida de R$15 e afirmou que agiu em legítima defesa. A informação foi divulgada na tarde desta segunda-feira (29) pela Polícia Civil. A suspeita do crime se apresentou com um advogado na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), pela manhã.

A merendeira afirmou que acabou ferindo Ingrid quando tentava se defender da mãe da vítima, de prenome Cristina, que estaria com a faca utilizada no crime. A suspeita contou que, ao ser ameaçada, tomou a arma das mãos da mulher. De acordo com a Polícia Civil, no entanto, a versão é refutada por testemunhas que prestaram depoimento no DHPP.

jovem-morta-15-salvador

Segundo a delegada Jamila Cidade, titular da 2ª Delegacia de Homicídios (DH/Central), testemunhas ouvidas durante a investigação disseram que, na verdade, a merendeira era quem portava a faca e teria ido com a arma tirar satisfações com a mulher, com quem já tinha uma rixa.

Na delegacia, Aline informou que a discussão não foi motivada pela dívida de R$ 15, mas sim porque vinha tendo problemas constantes com Cristina. Ela disse que, no dia do crime, resolveu tirar satisfações com a mulher, depois de saber que ela estava “difamando” sua reputação no bairro, segundo a polícia.

Com a prisão preventiva decretada pela Justiça, a pedido da delegada Jamila Cidade, Aline vai responder por homicídio e será encaminhada ao Complexo Penitenciário da Mata Escura, na capital baiana.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here