Advogados de Bola e Macarrão deixam caso Eliza Samudio

0

Os advogados dos réus Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, e Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, deixaram a defesa do caso Eliza Samudio, nesta segunda-feira (19). Os defensores dos não representam mais os réus no julgamento e ainda não há definição ainda se os acusados serão representados por defensores públicos. A juíza interrompeu a sessão para almoço, por volta das 13h30 desta segunda. O intervalo deve durar uma hora. Ércio Quaresma, que defende o ex-policial Bola, afirmou ter abandonado o plenário por causa de um limite de 20 minutos imposto à defesa. “A defesa não vai continuar nos trabalhos, nós não vamos nos subjugar à aberração jurídica de impor limites onde não há”, reclamou. Em resposta, a juíza Marixa Fabiane, disse que a defesa pode “fazer o que quiser”. “Se a defesa declarar essa postura, eu declararei os réus indefesos”, rebateu. Dois advogados de Bola, Fernando Costa Oliveira e Zanone de Oliveira Júnior, e Leonardo Diniz, defensor de Macarrão, também deixariam o júri. Além de Bola, o goleiro Bruno Fernandes de Souza e outros três réus são acusados de cárcere privado e da morte de Eliza Samudio, ex-amante do jogador, em caso ocorrido em 2010.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here