Briga entre ciganos e quilombolas mata quatro pessoas e fere duas na Bahia

0

A população de Riacho de Santana, localizada na mesorregião do Centro-Sul da Bahia, se deparou com uma tragédia nesta segunda-feira (26), quando uma rixa entre famílias de ciganos e quilombolas matou quatro pessoas e feriu mais duas. Os atiradores foram identificados por moradores da região como ciganos, que já tinham jurado de morte uma das vítimas, Roberto Conceição da Cruz.

Segundo informações da 22ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Guanambi), o quilombola se tornou alvo dos ciganos após se envolver em um conflito que resultou na morte de Adilsonmar Alves de Souza em julho deste ano. De acordo com a polícia, o quilombola era amigo de Adilsonmar, de quem tinha pego R$ 20 emprestado. Só que a amizade desandou no dia 11 de julho, quando o cigano procurou Roberto para cobrar a dívida, acompanhado por familiares.

link-zap
Loading...

Atirando-arma-apontada
Roberto foi agredido a tapas por Adilsonmar e começaram a brigar com os ciganos. Durante a confusão, Somar e outro cigano foram gravemente feridos. E a amizade de Roberto e Adilsonmar terminou quando o cigano foi esfaqueado pelo quilombola durante a briga e morreu. O crime da segunda-feira (26) aconteceu na localidade e Gatos de Vesperina, na zona rural de Riacho de Santana.

Cinco homens invadiram a residência da família de Roberto e mataram o irmão e a mãe dele, além de ferirem um sobrinho e o próprio quilombola. Cristiano, pai da criança ferida no atentado e irmão de Roberto, foi baleado diversas vezes por armas de calibre 12 e 38 e morreu no local. Ana Rita, que foi atingida por um disparo no rosto, também não resistiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here