Celso Russomanno é condenado a dois anos de prisão pela Justiça Federal

0

O deputado federal e apresentador de TV Celso Russomanno (PRB-SP) foi condenado a dois anos de prisão – a serem convertidos em penas alternativas – por ter nomeado como funcionária de seu gabinete, entre 1997 e 2001, a gerente de sua produtora de vídeo.

A Justiça Federal considerou que Sandra de Jesus recebia salário como assessora da Câmara dos Deputados, mas trabalhava realmente na empresa de Russomanno.

celso russomano

Russomanno havia sido condenado por peculato (crime de apropriação de bem público) em fevereiro de 2014, pela Justiça Federal no Distrito Federal. O deputado federal recorreu e o caso seguiu para o Supremo Tribunal Federal (STF) por causa do foro privilegiado do parlamentar.

Ele negou ilegalidade, e disse que a funcionária atendia seus consumidores em seu gabinete político em São Paulo – que funcionava no mesmo endereço de sua produtora – e cuidava da emissão de passagens áereas. A justificativa foi desmentida por testemunhas e documentos que comprovaram que Sandra de Jesus continuou a ser gerente da produtora mesmo depois ter sido nomeada para o gabinete de Russomanno.

A pena de prisão foi convertida em 790 horas de trabalho comunitário e no pagamento de 25 cestas básicas. A nova sentença foi divulgada neste sábado (28) em matéria publicada na revista “Veja”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here