Com elegância e sensualidade, dança de salto alto lota as academias de Salvador

0

A sala é igual a das aulas de Ballet, mas o ritmo que tem lotado as academias de dança de Salvador é diferente. Com elegância, sensualidade, o Stiletto (modalidade de dança que exige o uso de salto alto) tem chamado a atenção do público, que aderiu ao estilo de dança de divas da música pop, como Beyoncé. No Brasil, Anitta é uma referência de quem já adotou esta dança.

O professor Elivan Nascimento é quem comanda as aulas de Stiletto da Escola de Dança Contemporânea. Ele trabalha com dança há seis anos e começou a vida artística no teatro através de um projeto social na comunidade do Nordeste da Amaralina. A partir daí, ele conheceu a dança, e projetou carreira dele como professor de diversos estilos de dança, entre eles, o Stiletto.

1-1

“Eu acabei escolhendo a dança como meu rumo artístico. E o Stiletto entrou na minha vida de forma muito engraçada porque eu comecei a dançar com Drag Queens, com alguns atores transformistas. Então, começou a chamar mais a minha atenção essa questão da dança com os trejeitos mais femininos, a dança que não segue o padrão que as pessoas imaginam. Através disso comecei a observar mais sobre esse outro estilo de dança que é mais feminino, mais sensual, mais elegante, mais pop”, contou Elivan.“Eu fiz uma audição para dançar com a cantora Ayla Menezes e passei. E através do dançarino Vinícius Nascimento eu conheci eu comecei a estudar o Stiletto e a me aprofundar nessa técnica”, completou ele.

5-1

 

As aulas

Quem pensa que pra dançar Stiletto é só colocar o salto e sair dançando por aí, está enganado. A aula começa com os pés no chão para alongar e aquecer. Depois de muito aquecimento, o professor trabalha sequências coreográficas que envolvem o trabalho de coordenação motora e memória, além de já experimentar movimentações mais sensuais e femininas.

7-1

A segunda parte da aula é já com o salto nos pés. O professor lembra que a altura máxima do salto é de nove a dez centímetros. Primeiro ele ensina as formas de caminhar com salto alto corretas para o estilo de dança: “A gente tem posicionamento de pernas, de braços, um estudo aprofundado de posses pra foto, andadas para evento, e o estudo aprofundado do estado feminino como um todo”. Depois disso, ele ensina a coreografia em cima do salto e os alunos podem colocar sua personalidade dentro da dança.

2-1

Homens no Stiletto

O Stiletto não é restrito apenas as mulheres. Homens (gays ou héteros) também podem praticar o estilo, que possui um importante papel político, como conta Elivan: “O Stiletto para o universo feminino e principalmente para o universo masculino e o universo gay é um estado de afirmação política: é poder dizer que aquele menino é gay, ou que aquele menino gosta de dançar afeminado e que ele pode dançar assim. Claro que sofremos muito preconceito por parte de quem tem uma mente arcaica, mas a dança é para todos e o Stiletto abraça a todos. Héteros também fazem Stiletto. Eles chegam para se aprimorar profissionalmente, ou mesmo pessoalmente, para aprimorar o estado de espírito deles e o estado corpóreo também ”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here