Concurso PM-BA: convocação de 500 candidatos deve sair em março

0

Já tem data a tão sonhada convocação dos 500 candidatos do concurso da Polícia Militar da Bahia. De acordo com a assessoria do governador da Bahia, Rui Costa, esse chamado deve acontecer em março. Esse prazo deve ser suficiente para que os já 2.500 convocados possam avançar em outras etapas do processo de admissão (resultado dos recursos, datas para novos exames e apresentação para matrícula, que está prevista para 27 de março), e abrir espaço para os novatos chamados pelo governador.

O concurso da PM-BA vem gerando grande expectativa em termos de convocação já que, inicialmente, oferecia 2 mil vagas, mas já chamou bem mais do que o esperado.

Convocação também no concurso de oficiais

Outra boa notícia também foi dada pelo governador nesta terça-feira, 27. Só que desta vez em seu programa “Papo Correria”, que é veiculado pelo Facebook. Rui Costa anunciou que chamará candidatos que prestaram concurso para a carreira de oficial da Polícia Militar e dos Bombeiros da Bahia. Serão chamados 26 candidatos, que ficaram além do número do edital para oficiais da PM, e nove para as vagas de bombeiros.

O concurso para oficiais ofertou 90 vagas. Desse total, 60 foram destinadas ao cargo de oficiais da polícia (54 homens e 6 mulheres) e 30 para bombeiros (24 para homens e 6 mulheres). Durante o período de realização do Curso de Formação de Oficiais, o candidato matriculado na condição de aluno-oficial da PM/BM receberá inicialmente R$ 1.618,46 No 2º ano, esse valor subirá para R$ 1.888,21 e no 3º ano chegará a R$ 2.157,95.

PM-BA: oferta inicial para soldado era de 2 mil vagas

O concurso da Polícia Militar da Bahia anunciou 2 mil vagas para o cargo de soldado, sendo 1.819 para homens e 181 para mulheres. As vagas foram distribuídas entre as cidades de Salvador (500 homens e 26 mulheres), Juazeiro (186 homens e 28 mulheres), Feira de Santana (310 homens e 36 mulheres), Ilhéus (230 homens e 20 mulheres), Vitória da Conquista (212 homens e 27 mulheres), Barreiras (196 homens e 20 mulheres) e Itaberaba (185 homens e 24 mulheres).

Os futuros soldados irão estudar, durante nove meses de curso, no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), e aprenderão disciplinas como Direitos Humanos, Abordagens, Tiro Policial, Policiamento Comunitário, Legislação, Policiamento de Trânsito, entre outras, além de passarem por estágio operacional antes de reforçarem o policiamento em todo o estado.

Fonte: Folha Dirigida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here