Criança de 1 ano morre após falta de combustível em ambulância

0

Uma menina de 1 ano morreu por consequência da falta de combustível em veículos do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). O pedido de transferência hospitalar de Mafra (SC), para Joinville, foi feito na quinta-feira

A criança estava internada para tratar uma pneumonia no hospital São Vicente de Paulo, em Mafra (SC). Como a unidade não conta com UTI pediátrica, a criança precisou ser transferida para um hospital infantil em Joinville. A transferência foi autorizada, mas tarde demais.

De acordo com uma reportagem ‘Bom Dia Brasil’, os veículos do Samu não tinham combustível. Os pais da menina, funcionários do hospital, a secretaria municipal de saúde e até a própria médica da criança ofereceram de pagar o combustível da ambulância, mas a empresa responsável pelo Samu (Serviço de atendimento móvel) não autorizou.

“Eles negaram para a gente, falaram que não pode, que nenhum terceiro pode abastecer as ambulâncias do Samu”, afirmou o pai.

Na falta da ambulância, responsáveis pelo hospital chegaram a pedir ajuda da polícia municipal de Joinville, mas o helicóptero não pode consequência do mau tempo.

O hospital de Mafra pediu novamente uma ambulância, mas o tanque não estava cheio e, ao chegar no município de Rio Negrinho, a criança foi transferida para outra ambulância.

Ainda de acordo com a reportagem, a menina só chegou ao Hospital Infantil de Joinville às 3 da manhã, quase 20 horas depois do pedido de transferência ter sido autorizado. Apesar de ter sido transferida imediatamente à UTI, a criança sofreu três paradas cardíacas e não resistiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here