Diretora da APLB comemora “não” do MP ao Alfa & Beto

0

A diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB-Sindicato), Marilene Betros, comemorou a decisão do Ministério Público do Estado da Bahia, que através da promotora Rita Tourinho, recomendou a utilização do sistema Alfa & Beto na rede municipal de ensino. Para a educadora, “é uma vitória da categoria e, principalmente, dos estudantes das escolas públicas de Salvador”.

Publicidade

marilene_betros_manifestacao_“Queremos que a recomendação do Ministério Público seja efetivamente cumprida. A promotora Rita Tourinho não fez essa recomendação à toa. É um material racista, sexista e mal fundamentado. Isso prova que nós, educadores, estávamos certos em nossos protestos. Quem ganhará com isso são os alunos da rede municipal”, afirmou Marilene Betros.

A educadora quer que o dinheiro que seria gasto com o polêmico Alfa e Beto seja investido para sanar deficiências da rede municipal.

“Possuímos vários problemas e temos várias deficiências. Esse dinheiro tem que ser destinado para resolver os problemas de estrutura e dos projetos pedagógicos para melhorar as condições do ensino público no município”, declarou a diretora Marilene Betros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here