Dois homens são presos por fraudes no Seguro-Desemprego

0

Dois homens foram presos em um escritório de contabilidade em São Paulo, durante a Operação Mendacium, que combate fraudes no Seguro-Desemprego. A ação foi deflagrada pela Polícia Federal (PF), com apoio do Ministério do Trabalho (MTb) e da Caixa Econômica Federal. As fraudes envolveram saques que superam R$ 9 milhões.

O escritório em que os fraudadores foram detidos fica no bairro Penha de França, na capital paulista. Junto com eles, foram encontrados mais de 1,6 mil documentos falsos. Havia 800 carteiras de trabalho e 800 espelhos de RG em branco e que ainda seriam preenchidos pelos criminosos. Também foram encontrados documentos falsos já preenchidos, R$ 472 mil em espécie e material para falsificação.

A investigação que resultou nas prisões foi iniciada em outubro de 2017, quando um trabalhador desempregado da cidade de Presidente Prudente (SP) não conseguiu retirar o benefício porque ele já tinha sido pago a outra pessoa. A partir desta situação, a investigação da PF, com apoio do MTb, identificou cerca de 300 empresas fictícias que haviam sido criadas pelos fraudadores para viabilizar os saques e bloqueou parte dos benefícios irregulares.

A notícia continua após esta Publicidade

A Coordenação do Seguro-Desemprego do Mistério do Trabalho vai continuar a apuração das empresas e das pessoas envolvidas no pagamento e recebimento dos benefícios irregulares em conjunto com a Caixa e a Polícia Federal. Os dois presos estão à disposição da Justiça Federal e responderão pelos crimes de estelionato, organização criminosa e corrupção ativa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here