Em voo, polícia registra imagem de suástica em piscina no Vale do Itajaí

0

Durante um voo de helicóptero, a polícia catarinense avistou a imagem de uma suástica no fundo da piscina de uma residência no Vale do Itajaí na terça-feira (2). O símbolo chamou a atenção dos agentes, que fizeram uma foto. A polícia da região avaliou o caso e disse que o dono da casa não fez apologia ao nazismo.

Publicidade

A imagem foi vista na região da cidade de Pomerode, segundo a Polícia Civil. Os agentes sobrevoavam a área de helicóptero, atendendo a ocorrência do sequestro do marido de uma gerente de banco. Nisso, um dos tripulantes viu o símbolo na piscina. Quando os policiais voltaram da ocorrência, lembraram-se do fato e registraram a imagem em uma foto por volta das 16h.

e780cf0b977dd543c74ea1f95310dbf0b7a90667

A polícia da região já avaliou o caso e disse que o dono da casa não vai ser enquadrado. De acordo com a polícia, ele não faz nenhum tipo de apologia ao nazismo publicamente. Como a piscina fica dentro da residência, não caracteriza o crime.

Lei
Segundo a lei número 9.459 de 13 de maio de 1997, que define os crimes resultantes de preconceito, é passível de punição quem “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo”. A pena é de prisão de dois a cinco anos e multa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here