Embasa encontra ‘gato’ em igreja evangélica de Sussuarana

0

Durante uma operação de combate às fraudes na tarde desta terça-feira (12), a Embasa identificou duas ligações clandestinas de água na Avenida Ulysses Guimarães, no bairro de Sussuarana. Os ‘gatos’ abasteciam, de acordo com a assessoria de comunicação da concessionária, a Igreja Batista Medaberel e uma oficina mecânica sem nome. Em nenhum dos dois estabelecimentos foi localizado o responsável pelo local.

Após terem o fornecimento suspensos, a igreja e a oficina agora devem, juntas, R$ 7,5 mil a Embasa. De acordo com o gerente comercial Bruno Calado, esse é o valor da multa a ser cobrada aos responsáveis pelos imóveis, valor que inclui a estimativa do desperdício causado pelas irregularidades e os custos dos serviços executados para eliminar as fraudes.

Embasa encontra 'gato' em igreja evangélica de Sussuarana

“Quem comete fraudes para não pagar conta de água, acaba consumindo muito mais do que o necessário, provocando desperdício e prejudicando a coletividade que paga a sua conta em dia”, explica Bruno, em nota.

Já na última sexta-feira (8), no município de Simões Filho, uma equipe da Embasa identificou uma fraude instalada para abastecer um bloco com 32 apartamentos do conjunto habitacional de Ilha de São João. Neste caso, a dívida do prédio ultrapassa a marca de R$ 98 mil e a multa pelo furto de água foi calculada em R$ 9.076,45.

A operação de combate às fraudes vem sendo intensificada. Em novembro de 2015, a Embasa lançou a campanha ‘De Olho no Gato – Seja Legal com a Água’, para regularizar, por meio de negociação flexível de débitos, ligações irregulares em sua rede distribuidora. Hoje, a Embasa tem cerca de 40 equipes de campo somente nas unidades da RMS, responsáveis por mais de 200 verificações deste tipo todos os dias.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here