Estudantes de Jacobina criam transmissor de rádio para disseminar informações sobre a escola

0

As estudantes Amanda Santos Alves, Miselem Nascimento e Vanessa Silva Aurora, do 4º ano do curso técnico em Manutenção e Suporte em Informática, já estão colocando em prática os ensinamentos de sala de aula. Elas criaram um transmissor de rádio FM com materiais utilizados nas aulas de Eletrônica Básica, do Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Negócios do Centro Baiano Professora Felicidade Jesus Magalhães – CEEP Felicidade, no município de Jacobina, na região centro-norte do estado. O resultado foi a criação de uma rádio web, por meio da qual as estudantes transmitem informações sobre o cotidiano da unidade escolar.

Composto por placa, bobina, antena e bateria, o transmissor emite, através das ondas magnéticas, uma frequência que pode ser acessada através dos celulares dos estudantes. “Instalamos o transmissor em um computador e a programação da rádio web é transmitida para os celulares dos estudantes. Mas isso se dá enquanto eles estiverem na unidade, pois a frequência não alcança longa distância”, conta Vanessa Silva Aurora, 17 anos, que acrescenta: “A criação do projeto não foi tão difícil, mas, como é um grupo feito só de meninas, nos deu a oportunidade de mostrar que nós conseguimos e também serviu de exemplo para as mulheres de que podemos estar na área da Eletrônica”, comemora.

Foi justamente nas aulas de Eletrônica Básica que surgiu a ideia de criar o transmissor, explica o orientador Adenilton Virgens. “As estudantes começaram a conhecer e a identificar os componentes eletrônicos de um circuito elétrico e, a partir daí, começamos a fazer as pesquisas sobre o funcionamento e a capacidade de comprimento de ondas, para que não interferissem em outras comunidades, porque queríamos alcançar apenas a comunidade escolar. Então, aos poucos, fomos buscando componentes eletrônicos e fazendo a placa do circuito”, explica.

Durante as pesquisas sobre a forma de utilização do transmissor e da rádio web, as estudantes identificaram a necessidade de informar sobre os acontecimentos da unidade escolar. “Verificamos que os jovens do colégio estão, cada vez mais, deixando de ouvir as rádios. Então, pensamos em envolvê-los mais com a rádio através dos seus celulares e alcançar o nosso objetivo maior, que é a transmissão de informações da escola para todos” comenta Amanda Alves.

A invenção das meninas ficou em primeiro lugar na Feira de Ciências do centro, no ano passado, e elas estão aprimorando o aparelho para a apresentação na 7ª Feira de Ciência, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (Feciba). “Estamos realizando vários testes com novas peças. Como ficamos com a parte do suporte à radio web, estamos tentando aumentar o alcance da frequência e melhorar a qualidade do nosso protótipo”, conclui Miselem Nascimento, 19 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here