Estudantes prestam homenagem ao 18 mortos de acidente com ônibus escolar

0

Na noite desta quinta-feira (9), os estudantes das universidades de Mogi das Cruzes prestaram homenagens aos universitários mortos no capotamento de um ônibus na noite de quarta-feira (8).

Em uma das entradas da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), bandeiras dos diretórios acadêmicos dos cursos, velas e flores foram espalhados em homenagem às vítimas. A UMC divulgou uma lista com o nome dos estudantes da universidade mortos no acidente. De acordo com o documento, 15 dos 18 mortos eram alunos da instituição.

homenagem11ok

Felipe Camanho é estudante do 5º semestre de psicologia da UMC. Ele foi ao local homenagear a colega Ana Carolina da Cruz Veloso, de 21 anos, que morreu no acidente. Uma fotografia da estudante foi colocada em uma escada e os amigos depositaram flores e velas ao lado do retrato. “Está sendo um momento muito difícil. É uma perda muito grande para a família e para a sala. É um momento de dor e sofrimento. Ela era estudiosa e extrovertida. Essa homenagem é uma maneira de reconfortar”, afirma Camanho.

homenagem4ok

Fernanda Nicoli de Moraes é estudante do 6º semestre de direito. Ela não tinha amigos no ônibus, mas mesmo assim participou da homenagem. “Vim para participar do culto. É um momento difícil, pensando nos familiares.”

homenagemok

Os estudantes fizeram uma oração de mãos dadas. Depois, eles deram uma longa salva de palmas e ainda cantaram músicas acompanhados de um violão. “O curso de farmácia veio prestar essa homenagem a todas as pessoas envolvidas no acidente, não só alunos mas também o motorista. Está sendo muito doloroso. O que a gente pode fazer são homenagens”, contou Beatriz Guedes do diretório de farmácia da UMC. Uma das vítimas do acidente foi Janaína Oliveira Pinto, de  20 anos, que cursava o 7º semestre de farmácia.

homenagem10ok

Na Universidade Braz Cubas, os alunos fizeram um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do acidente na noite desta quinta-feira.

Luto
A Prefeitura de Mogi das Cruzes, a Universidade Braz Cubas (UBC) e a Universidade de Mogi das Cruzes decretaram luto oficial na manhã desta quinta-feira (9) após a morte de estudantes em um acidente de ônibus na Rodovia Mogi-Bertioga, na quarta-feira. Dezoito pessoas, incluindo o motorista, morreram após o capotamento de um ônibus no KM 84 da Rodovia Mogi-Bertioga, trecho no limite entre Mogi das Cruzes e Bertioga.

Como o reconhecimento dos corpos ainda é feito, as universidades não têm a informações de quantos alunos de cada instituição morreram.

A Universidade Braz Cubas decretou luto. Inicialmente a instituição havia informado que não haveria suspensão de aulas, mas, durante a tarde, a universidade informou que as aulas estão suspensas nesta quinta e sexta-feira (10).

Em nota, a UBC informou que “consternada com o grave acidente ocorrido na noite de ontem, solidariza-se com os familiares das vítimas e decreta Luto Oficial, com suspensão das atividades acadêmicas no Campus e nos Polos de Apoio (EaD) nos dias 09 e 10 de junho.”

O Campus estará aberto para o Plantão Psicológico e Social, bem como para o Ato de Solidariedade programado pelos acadêmicos para a noite desta 5ª feira.

A Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) decretou luto oficial de dois dias. As aulas foram suspensas nesta quinta e sexta-feira. Em nota, a UMC externou sentimentos de pesar. “Solidarizamo-nos com todas as famílias e amigos e pedimos a Deus que dê forças e conforte o coração de todos”, informou em nota.

A UMC ainda acrescentou que “está acompanhando os desdobramentos do acidente e assim que a lista oficial de vítimas for divulgada pelos órgãos competentes, as informações serão divulgadas.”

O prefeito de Mogi das Cruzes, Marco Aurélio Bertaiolli, decretou luto oficial de três dias. “Estamos todos consternados com este acidente. É muito triste e só temos a lamentar as vidas que se foram. Pedimos a Deus que conforte e dê alento a estas famílias”, salientou o prefeito. A Prefeitura informou que se coloca à disposição das famílias para o que for necessário.

Alunos
Na manhã desta quinta, as universidades tiveram aula, mas os alunos disseram que estava difícil manter a rotina. “A gente fica chocado,  não tem condições para aula, para prova”, disse o aluno Pedro dos Santos, da UMC.

“Todo mundo abatido. Ninguém esperava. Todos se unindo com a mesma dor e sentimento de luto”, relatou a estudante Magda Nathia.

Até o fim da manhã, faltava informações para a UMC. “A gente está esperando paa ver se são nosso alunos, quantos são. Por serem do litoral, nenhum familiar nos procurou ainda”, disse o pró-reitor da universidade.

Acidente
O veículo levava estudantes de três unidades de ensino da cidade de Mogi das Cruzes para o município de São Sebastião. O delegado Fábio Pierry, afirmou nesta quinta que o veículo estava em alta velocidade. Segundo os bombeiros, há mais de 20 feridos que foram levados para hospitais de Mogi das Cruzes e do litoral. Em Mogi, há dois pacientes com lesões na Santa Casa e dois em estado grave no Hospital Luzia de Pinho Melo.

Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Guarujá. A Secretaria Estadual de Segurança Pública informou que a Superintendência da Polícia Técnico Científica enviou uma força-tarefa ao Instituto Médio Legal (IML) do Guarujá para onde foram levadas as vítimas do acidente. “Já estão a caminho 3 médicos legistas, 2 fotógrafos e 3 assistentes de necropsia de São Paulo. Outros reforços sairão do núcleo de Santos. Médicos legistas do Guarujá que estavam de folga voltarão ao trabalho. A intenção é agilizar o trabalho de identificação das vítimas para amenizar o sofrimento de parentes”, informou em nota.

O governador Geraldo Alckmin falou sobre o acidente nesta quinta: “Estamos fazendo todos os esforços para minimizar a dor das famílias nesta tragédia que tirou a vida de pelo menos 18 jovens e deixou ao menos outros 15 feridos”, disse.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here