Funcionário da Vale alertou mãe sobre vazamento de barragem há 20 dias

0

Uma mulher que busca o filho desaparecido na tragédia de Brumadinho (MG) disse que o rapaz, funcionário de uma empresa terceirizada da Vale, já havia alertado há 20 dias que a barragem que rompeu nesta sexta-feira (25) estava vazando.

A notícia continua após esta Publicidade

“Tem 20 dias que ele falou comigo, ele trabalhava em firma terceirizada: ‘Mãe, a barragem tá minando água’. Eu falei que era normal, porque eu não entendo”, disse a mulher, que não teve o nome revelado, em entrevista à TV Record nesta segunda-feira (28).

A mãe foi abordada pela reportagem da emissora enquanto buscava informações pelo rapaz, que foi visto pela última vez na própria sexta, durante a hora de almoço; A Vale informou sobre o acidente à Secretaria do Estado de Meio-Ambiente às 13h37.

“Meu filho tinha descido para almoçar. A última vez que o pessoal teve contato, ele estava dentro de uma caminhonete, ‘tampado de lama’ com mais duas pessoas”, disse à TV.

Nesta terça, as autoridades iniciam o quinto dia de buscas na região. A Defesa Civil de Minas Gerais informou, na noite desta segunda, que o número de mortos do rompimento da barragem subiu para 65 pessoas e o de desaparecidos passou a ser de 279. Até o momento foram 192 pessoas resgatadas e 386 localizadas.

Ainda esta manhã, foram cumpridos cinco mandados de prisão contra funcionários ligados à Vale. Dois deles são engenheiros que atestaram a segurança da barragem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here