Fundador do Wikileaks, Julian Assange é preso em Londres

0

O fundador do Wikileaks, Julian Assange, foi preso na manhã desta quinta-feira (11) pela polícia, em Londres. Os agentes britânicos foram autorizados por funcionários da embaixada do Equador a entrar na sede diplomática, onde o ativista australiano estava exilado desde 2012.

A notícia continua após esta Publicidade

“Julian Assange, de 47 anos, foi hoje, 11 de abril, preso por agentes da Polícia Metropolitana na embaixada do Equador”, confirmou a polícia de Londres, que relatou ter sido chamada à embaixada depois da retirada de asilo.

Assange foi levado a uma delegacia e depois deve ser encaminhado a uma audiência com um juiz.

O ativista buscou refúgio na embaixada do Equador em Londres em 2012 para evitar ser extraditado para a Suécia, onde é investigado por agressão sexual. A investigação foi descartada ao longo desse tempo, porém, o WikiLeaks teme que os Estados Unidos queiram processá-lo.

O WikiLeaks, plataforma que se tornou famosa em 2010 ao divulgar centenas de milhares de documentos americanos classificados, acredita que os Estados Unidos trabalham com o Equador para extraditar Assange.

Na semana passada, o Equador descreveu como “insultantes” as declarações do WikiLeaks, segundo as quais Quito teria um acordo com Londres para expulsar Assange. Com a chegada de Lenín Moreno ao poder mudou o tratamento do Equador dado a Assange.

Moreno era aliado de Rafael Correa, ex-presidente que concedeu asilo a Assange, mas revisou praticamente todas as políticas de seu antecessor, incluindo a de aberta crítica aos Estados Unidos, acusa-o de interferir nos assuntos internos do Equador.

Assange também é questionado por tentar influenciar as eleições de 2016 nos Estados Unidos e o processo de independência catalã em 2017.

Moreno, que chegou a considerar Assange uma “pedra no sapato” da diplomacia equatoriana, cortou temporariamente suas telecomunicações em 2018. Correa também chegou a restringir seu acesso à Internet por um tempo, incomodado com a interferência do australiano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here