IML de Barreiras recebeu 647 corpos entre janeiro e novembro de 2015

0

O ano ainda não terminou e o Instituto Médico Legal Regional de Barreiras (BA), já examinou 647 cadáveres durante onze meses. Os números são correspondentes de 1° de janeiro a 30 de novembro de 2015.Os casos que normalmente passam pelas mãos dos médicos legistas são das diversas causas violentas, a exemplo de: acidente de trânsito, homicídio, suicídio, acidente de trabalho, afogamento, intoxicação e também casos com causa da morte a ser esclarecida e definida.

A regional de Barreiras da policia técnica da Bahia, composta por 13 municípios, deveria atender exclusivamente às seguintes cidades: Angical, Baianópolis, Barreiras (Sede), Catolândia, Cotegipe, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Luis Eduardo Magalhães, Mansidão, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia, São Desidério e Wanderley.
iml-barreiras2
Entretanto, diante de algumas excepcionalidades, a regional de Barreiras acaba atendendo também municípios de outras regionais, a exemplo de Bom Jesus da Lapa e Santa Maria da Vitória. Sendo assim, a demanda no IML da polícia técnica de Barreiras é muito grande.Quanto ao número de 647 necropsias de janeiro a novembro deste ano, é correto esclarecer que Barreiras e Luis Eduardo Magalhães, são os municípios que mais usam o IML do Complexo Policial de Barreiras.

Fazendo projeções matemáticas, a ideia seria a seguinte: se o número de necropsias fosse dividido pelos 11 meses, o resultado daria uma média de 58 atendimentos por mês, que dividido pelos 30 dias do mês, daria uma média de dois corpos examinados por dia no local.Vale ressaltar que os casos de dezembro ainda não estão contabilizados nesse levantamento parcial.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here