Jogo de rodas usadas foram dadas de presente por jogador do Goiás ao motorista de Cristiano Araújo

0

A Polícia Civil já tem certeza que as rodas do carro de Cristiano Araújo provocaram o acidente de matou o cantor e a namorada.

A polícia já sabe que as rodas não eram originais e investiga agora a origem das rodas. Um nova perícia constatou que as rodas eram soldadas e a solta soltou, quebrando a roda e provocando o acidente.

Em outra vários lugares trincados. Segundo informações as soldas foram realizadas na loja sem limite.

A “Sem Limite” no entanto não vendeu as rodas ao cantor, apenas teria feito os serviços de soldagem. As rodas foram dadas de presente pelo jogador Welliton, ex-Goiás, São Paulo e Grêmio, ao motorista de Cristiano Araújo.


roda1
Wellinton usava estas rodas em seu veículo de mesma marca, mas de modelo diferente, com perfil baixo. Como as rodas estavam precisando de reparos, elas foram realmente reparadas.

A “Sem Limites” emitiu um nota afirmando que não vendeu as rodas ao cantor. Não vendeu mesmo, mas não esclareceu se vendeu as rodas ao Wellinton e se fez o serviço de solda nas rodas.

A outra informação, a mais importante delas, é um audio, da filha do proprietário de um lava-jato de Goiânia, o Fragata Lava-Jato, onde ela relata que quando o pai dela lavou o carro de Cristiano Araújo, ele detectou que a solda da roda do lado do motorista estava soltando.

Ela relata ainda que no momento em que foi entregar o carro ao motorista, a mãe dela avisou o motorista sobre o problema.

Segundo o delegado Fabiano Jacomelis, responsável pelo caso, a informação sobre as rodas não serem originais, foi passada por um revendedor da Land Rover, empresa que desenvolveu o Range Rover, carro do cantor.

A prima de Victor disse que o pneu do carro estourou, provocando o acidente. O pneu pode ter estourado exatamente pelo fato da solda da roda ter soltando, provocando assim o acidente. Um perícia na roda já foi solicitada.

A Jaguar Land Rover informou, por meio de nota enviada por sua assessoria, que “não recomenda em nenhuma circunstância o uso de peças e acessórios não originais em seus veículos”. A empresa disse ainda que continua colaborando com as investigações da Polícia Civil de Goiás.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here