Jornalista diz ter sido agredida por policiais militares durante blitz

1

A jornalista Sheila Souza, de 28 anos, usou as redes sociais para denunciar que foi agredida por policiais militares durante uma blitz na quadra 508 Sul do Plano Piloto, em Brasília. A vítima diz ter sofrido chutes e pontapés de três PMs.

Na publicação no Facebook, a jornalista diz que os policiais viram que ela não portava o licenciamento obrigatório de 2017. No entanto, foi verificado que os documentos estavam em dia. Em seguida, um dos policiais teria pedido para que ela fizesse o teste do bafômetro. Quando Sheila disse que não havia ingerido álcool, o agente teria se exaltado.

O procedimento foi realizado após a insistência do PM e, segundo o relato, o resultado nunca foi mostrado. Sheila disse que foi jogada no chão e algemada. Foi então que ela foi espancada, levando socos e puxões de cabelo pelos policiais.

“Um país em que três homens e uma mulher fortemente armados batem em uma cidadã como eu, sem que se pese nenhum motivo contra minha conduta, é realmente lamentável. Fui atacada e não vou descansar enquanto a justiça não for feita”, escreveu a jornalista.

Segundo o Metrópoles, o caso está sendo apurado pela equipe da 5ª Delegacia de Polícia (região central). A jornalista alegou que pretende processar a PM do Distrito Federal (PMDF) pela agressão.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here