Júri condena homem que matou ex-companheira a golpes de facão

0

O Tribunal do Júri condenou na última quarta-feira, dia 11, no município de Dias D’Ávila, José Antônio de Souza a nove anos de reclusão em regime inicialmente fechado, por ter assassinado a golpes de facão, em 1º de setembro de 1990, a ex-companheira Helena Ramos de Souza, de quem, no momento do crime, estava separado havia três meses. A denúncia do Ministério Público, oferecida em 19 de setembro daquele ano pela promotora de Justiça Maryjane Auxiliadora Coutinho, foi sustentada pela promotora de Justiça Ana Isabela Ribeiro Souza e a sentença proferida pelo juiz Danilo Barreto Modesto. José Antônio poderá recorrer da decisão em liberdade. Os jurados refutaram a tese da defesa de lesão corporal seguida de morte e homicídio privilegiado (quando se considera motivações emocionais, decorridas, por exemplo, de ofensas).


Conforme a denúncia, Helena Ramos de Souza acabara de sair da casa de sua irmã, localizada no bairro de Jardim Alvorada, para comprar cigarros, quando se deparou com José Antônio de Souza, com quem havia convivido por cerca de um ano e seis meses. Ela foi agredida diversas vezes. Segundo a promotora de Justiça Ana Isabela Souza, o réu chegou a ser julgado em 1997 e considerado culpado por homicídio privilegiado, mas a defesa recorreu da sentença e o Tribunal de Justiça da Bahia anulou o julgamento por ausência de peças essenciais para a sessão do Tribunal de Júri.

Publicidade

facao

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here