Justiça brasileira bloqueia R$ 19,5 milhões do WhatsApp

0

A Justiça Federal de Londrina, no norte do Paraná, determinou o bloqueio de R$ 19,5 milhões das contas do Facebook. A ação deve-se a multas aplicadas nos últimos cinco meses – e que não foram pagas – pelo descumprimento judicial cometido ao não liberar para as autoridades competentes os dados de mensagens trocadas pelo WhatsApp por traficantes investigados pela Polícia Federal.

Sem acesso ao conteúdo, uma vez que o Facebook já mostrou que não colabora com as autoridades dessa maneira – vale lembrar do caso do iPhone de San Bernardino e também do que resultou no bloqueio temporário do aplicativo aqui no Brasil –, o departamento jurídico de Londrina primeiro multou o serviço e, com a falta de pagamento das multas, posteriormente decretou o bloqueio dos bens.

20160531133417_660_420

As multas foram acumuladas durante os últimos cinco meses e o valor triplicou a cada notificação quinzenal. Com isso, a taxa alcançou a incrível quantia de R$ 19,5 milhões.

As investigações policiais fazem parte da Operação Quijarro que investiga uma quadrilha que comercializava duas toneladas de cocaína por mês. Ao todo 14 pessoas estão detidas preventivamente, mas o delegado responsável pelo caso, Elvis Secco, afirma que o WhatsApp atrapalhou as investigações, pois esconde as mensagens trocadas.

O Facebook ainda não se pronunciou sobre o assunto.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here