Menino de 13 anos denuncia o próprio pai por abuso sexual

0

Policiais Civis lotados na delegacia de Nunes Freire, sob o comando do delegado Ricardo Pinto Aragão, efetuaram a prisão de José Ribamar Pereira, conhecido como Zé Paia, 37 anos, natural de Pinheiro. Ele é suspeito de ter cometido abuso sexual, no dia 25 de julho, contra seu próprio filho de 7 anos. Zé Paia foi localizado em sua residência no povoado Bacuri, Zona Rural daquele município.

A prisão de José Ribamar se deu em cumprimento a um mandado de prisão temporária de 30 dias, pela prática de crime de estupro contra vulnerável, expedido pelo juiz Paulo Roberto. Segundo informações policiais, a representação foi solicitada a Justiça no dia 07 de agosto.

De acordo com o delegado, a avó materna da vítima procurou a Polícia para denunciar o caso. “No dia 07 de agosto, chegou ao nosso conhecimento o crime. A vítima nos contou que sofreu abuso sexual, praticado por outro menor de 13 anos de idade, no dia 25 de julho, e que a prática do ato sexual teria sido incentivada pelo próprio pai. O menor nos disse, que o pai o obrigou a praticar ato sexual anal com outro menor de 13 anos de idade, segurando-o para que se consumasse, e após a prática sexual, pediu para que também sofresse o ato libidinoso”, detalhou o titular do Distrito Policial de Nunes Freire.

Ainda segundo o delegado, a vítima relatou que após sofrer o abuso, o pai teria também abusado do outro adolescente. A polícia acredita que o acusado seja pederasta, homem adulto que sente admiração (não necessariamente atração sexual) por meninos adolescentes, na fase da puberdade. “Pessoas com este distúrbio não olham meios para alcançar os fins, sem moralidade, inclusive usou seu próprio filho para satisfazer o seu desejo sexual”, continuou.

Após ser deito, ele foi encaminhado para delegacia da cidade. José Ribamar responderá pelo crime de estupro contra vulnerável, e ficará custodiado na Delegacia de Governador Nunes Freire.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here