Motorista de van escolar é preso acusado de estupra menina de cinco anos

0

João Batista Freitas, 52 anos, está preso e foi indiciado por estupro de vulnerável. O homem conhecido como tio João fazia transporte de estudantes no Complexo do Alemão, zona norte do Rio de Janeiro.Segundo as informações publicadas pelo R7, um laudo do IML (Instituto Médico-Legal) comprovou que uma menina de cinco anos foi estuprada pelo motorista da van escolar.

Cristiana Bento, delegada responsável pelo caso, afirmou que não há duvidas de que Freitas é culpado.”O depoimento da criança é muito firme e muito preciso.


175349

 

Ela conta com riquíssimos detalhes o fato. Também há um laudo, que deu positivo. As provas são contundentes”, disse a delegada. A mãe da menina trabalha durante o dia inteiro e pagava R$ 400 para que a mulher de Freitas cuidasse da criança.

De acordo com a publicação, a mãe da criança também pagava R$ 200 para que seus dois filhos fossem levados à escola. Segundo informações, a mãe desconfiou que havia algo errado porque a menina estava fazendo muito xixi na roupa e tinha noites agitadas, com pesadelos. “Eu me sinto muito culpada, porque minha filha mostrou vários sintomas e eu não acreditei nela”, lamenta a mãe.

A criança está traumatizada e não queria voltar à escola, além de não estar dormindo bem. A família da vítima morava em uma casa alugada pela mãe do motorista Freitas. Todos eram vizinhos. Amigos e parentes do motorista têm insultado a mãe da vítima nas redes sociais, alegando que a história é uma grande mentira e que vão conseguir provar isso.

Após a confusão, com medo, a família da menina teve que se mudar. “Eu não sei o que eles são capazes, já percebi que são uma família que tem dinheiro, tem condições e, assim, eu tenho muito medo”. A publicação ainda cita que polícia investiga se outras crianças também foram abusadas sexualmente pelo homem.

Fonte: Portal R7

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here