Nego do Borel comemora aniversário na comunidade onde nasceu

0

Nego do Borel voltou à comunidade onde nasceu e foi criado, o Morro do Borel, na Tijuca. Com um churrasco embalado por muito funk ele comemorou com moradores os seus 23 anos, completos no dia 10. Na data, o funkeiro estava trabalhando e celebrou a data no palco cantando ao lado de Valesca Popozuda em um show numa casa noturna do Rio.

Publicidade

Segundo a mãe do funkeiro, Roseli,  o churrasco na comunidade seguido de um jogo de futebol faz parte das comemorações do aniversário do filho. “Era para ser uma coisa pequena, que fazemos todo ano para a comunidade, mas a coisa cresceu tanto que tivemos que comprar mais carnes para o churrasco. É uma alegria muito grande para o Naldo estar perto da comunidade onde ele nasceu e que não abandona”, disse ela.


nego do borel na comunidade

Mas a festa não para por aí. Nesta segunda-feira, 13, a comemoração continua e, por sinal, promete! Numa casa de festas em Vilar Valqueire, subúrbio do Rio, Nego irá reunir 500 amigos num super rega bofe com direito até a uma bailarina do Cirque du Soleil descendo do lustre. A festa está prevista para começar às 21h sem hora para terminar!

Dentre os convidados ilustres estão na lista Anitta, Neymar, Ludmilla, David Brazil, o jogador Robinho, Grupo Melanina Carioca, Dilsinho, Naldo, o apresentador Rodrigo Faro, entre muitos outros.

Recentemente Nego se envolveu em uma briga durante um show que apresentou na terça-feira, 7, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Em um determinado momento da apresentação, ele teria sido atacado verbalmente por um homem com xingamentos racistas e homofóbicos, o que desencadeou o início da confusão.

Em entrevista, ele pediu desculpas aos fãs após o ocorrido. “O que eu menos queria naquele momento foi exatamente o que aconteceu. Quem me conhece sabe do meu caráter e sabe também que não sou uma pessoa de briga, nunca fui. Tenho um público infantil e adolescente muito grande e sei que sirvo de inspiração para eles. Eu jamais faltaria com o respeito a qualquer pessoa que fosse. Cheguei até aqui sem pisar em ninguém, mas não consegui segurar ouvindo aquelas palavras horríveis.”

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here