Neurocientista negro é barrado no local onde faria palestra em SP

0

Carl Hart, primeiro neurocientista negro professor titular da Universidade de Columbia, em Nova York (EUA), foi barrado na entrada de um hotel cinco estrelas em São Paulo. O caso ocorreu no mesmo local, onde Hart se hospedaria e ministraria uma palestra a convite do seminário do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (IBCCrim), na quinta-feira (27). Depois de resolvido o constrangimento, o neurocientista viu que era o único negro no auditório, no qual falou para advogados criminalistas e juízes. Para a plateia, disse: “Vocês deveriam ter vergonha disso”. Para a Folha, a administração do hotel Tivoli Mofarrej, nos Jardins, informou que não havia mais ninguém da assessoria de imprensa deles e, por isso, só poderia tratar do assunto na segunda-feira (31). Hart falou na palestra sobre como a guerra às drogas tem sido usada para atingir grupos sociais mais vulneráveis, entre eles, jovens pobres e negros, em lugares como o Brasil e os EUA.

link-zap
Loading...

1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here