Polícia interrompe velório de menina por falta de necropsia no corpo

0

O velório da menina Ana Caroline de Jesus Melo, de um ano e 11 meses, que morreu após ser atingida por um portão na tarde deste domingo (10), em Feira de Santana, foi interrompido pela Polícia Civil na manhã desta segunda (11). A atitude teve de ser tomada porque o corpo da criança não havia passado por necropsia. “Recebemos uma denúncia e fomos até o local com uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) e lá conversei com os familiares da vítima, informando que teríamos que levar o corpo para o DPT para fazer a necropsia, por se tratar de morte violenta”, afirmou a delegada Martine Veloso em entrevista ao A Tarde. Ainda segundo Martine, a policlínica do bairro do Tomba, que atendeu a criança após o incidente, não deveria ter liberado o corpo para enterro sem ter sido submetido a perícia pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT). ” É necessário que as pessoas saibam que em casos como esses ou parecidos, exemplo: uma morte que foi provocada por uma queda, o corpo tem que passar por perícia da Polícia Civil. Só os peritos têm competência para identificar a causa mortis”, explica. O laudo com a causa da morte da menina deve sair em até 15 dias. A suspeita é de que Ana Caroline tenha sofrido traumatismo craniano após ter sido atingida na cabeça pelo portão. Os médicos da políclinica que liberou o corpo da criança para sepultamento serão ouvidos pela polícia.

bebe

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here