Prefeito de Barrocas rebate acusação de deputado sobre morte de político

0

IMAGEM_NOTICIA_5 (1)O prefeito do município de Barrocas, Almir de Maciel (PR), disse que é “o principal interessado” no resultado das investigações sobre o assassinato do suplente de vereador Reginaldo Oliveira da Silva (DEM), nesta terça-feira (28), qualificado pelo alcaide como “crime bárbaro”. Em entrevista ao Bahia Notícias, o republicano criticou as declarações do deputado estadual Bruno Reis (PRP), que atribui o crime a motivações políticas, ao afirmar que Reginaldo fez “graves denúncias, com fartas provas, contra a atual administração da cidade”. O gestor de Barrocas disse que Bruno Reis foi “infeliz” e fez afirmações “irresponsáveis”. Acompanhado pelo também deputado estadual Cacá Leão (PP), Almir de Maciel informou que estava em Salvador nesta quarta-feira (29) e se dirigia à Secretaria de Segurança Pública com o objetivo de pedir “mais efetivo policial” ao titular da SSP, Maurício Barbosa. Apesar de não ter agendado previamente a audiência com o secretário, o prefeito de Barrocas estava otimista sobre o atendimento a seu pleito. “Tenho certeza que o secretário vai ser sensível e mandar mais policiais para o nosso município”, disse, ao informar que pediria também o “aprofundamento das investigações” sobre o assassinato do suplente de vereador. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here