Procurador do Ministério Público Federal pede quebra de sigilo da Operação Zelotes

0

O procurador do Ministério Público Federal (MPF), Federico Paiva, vai pedir ao juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal, a quebra do sigilo nas investigações da Operação Zelotes, que apura desvios fiscais em processos julgados pelo Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). Segundo o jornal O Globo, o juiz Ricardo Leite inicialmente decretou que as investigações acontecessem em sigilo. “Alguns investigados já tiveram amplo acesso à investigação, é um direito deles. Vou pedir ao juiz que reconsidere a decisão que decreta o sigilo. Ela abre espaço para o vazamento seletivo”, afirma Paiva. O Ministério Público estima que os desvios dos cofres públicos podem chegar a R$ 19 bilhões. O Carf é o órgão do Ministério da Fazenda responsável por julgar recursos administrativos contra autuações. Empresas dos ramos bancário, automobilístico, construção civil e siderurgia eram beneficiadas ao conseguir a anulação ou a diminuição dos valores dos autos de infração ao corromper conselheiros do Carf. De acordo com O Globo, um pedido de vista do processo de uma empresa poderia ser comprado por R$ 50 mil. Entre os investigados pela Operação Zelote, estão empresas do grupo Gerdau, o Banco Safra e a montadora Mitsubishi, além do ex-diretor Internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, que também é investigado pela Polícia Federal na Operação Lava Jato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here