Protesto contra a Copa reúne 500 pessoas no Centro de São Paulo

0

Cerca de 500 pessoas participaram de um protesto contra gastos públicos na Copa do Mundo na tarde deste sábado (31). Policiais militares acompanharam o grupo usando, pela primeira vez, o exoesqueleto apelidado de ‘Robocop’.

O ato começou por volta das 16h em frente ao Theatro Municipal, no Centro de São Paulo. Os manifestantes marcharam até a Federação Paulista de Futebol, na Barra Funda, onde fizeram um minuto de silêncio em homenagem a operários mortos em obras em estádios.

A manifestação ocorreu pacificamente e não houve registro de atos de violência. Além de policiais equipados com a armadura ‘Robocop’, a ‘Tropa do Braço’, formada por policiais treinados em artes marciais, também acompanhou o ato.

copa

Ao final do protesto, um grupo de manifestantes se dirigiu à estação Barra Funda do Metrô. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, alguns manifestantes pularam as catracas e foram abordados por agentes de segurança, que pediram para que as passagens fossem pagas. Um validador de Bilhete Único em uma catraca no acesso à CPTM foi quebrado.

Robocop
Policiais militares utilizam pela primeira vez kits de equipamento comprados para controle de possíveis distúrbios durante o Mundial. O material conta com exoesqueleto apelidado de ‘Robocop’.

Apesar de manifestantes acharem que o patrulhamento era feito pela Tropa de Choque, o coronel Carlos Celso Savioli, comandante da Tropa, informou que os policiais presentes na manifestação não fazem parte de seu grupamento. “Os policiais que estão fazendo a segurança neste momento perto do ato no Theatro Municipal não são do Choque”, afirmou Savioli à equipe de reportagem.

Segundo o oficial, os policiais que usaram os escudos, capacetes e uma espécie de armadura são policiais militares que já atuam nas manifestações. “O Choque emprestou o escudo para eles”, explica.

Além do uso do equipamento, os policiais também filmaram os manifestantes durante o protesto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here