Queda de helicóptero em Ouro Preto deixa três mortos

0

Pelo menos três pessoas morreram na tarde desta terça-feira (15), na queda de um helicóptero em uma localidade conhecida como Mata dos Palmitos, em Ouro Preto, na Região Central do Estado.

Conforme o Corpo de Bombeiros, o chamado foi recebido durante a tarde, por volta das 16h. Duas viaturas terrestres foram acionadas e realizaram a varredura na área em busca de destroços e possíveis vítimas. A confirmação da informação foi feita na noite desta terça.

Segundo a Polícia Militar, um agricultor da região teria ouvido uma forte explosão, avistado uma coluna de fumaça em seguida e acionado os militares e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) deslocaram para o local, que é de difícil acesso. Equipes fazem os trabalho de localização e remoção dos corpos durante a noite desta terça. Membros do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) foram acionados e irão ao local na manhã desta quarta-feira (17).


O piloto Felipe Piroli, de 25 anos, é uma das vítimas do acidente aéreo
O piloto Felipe Piroli, de 25 anos, é uma das vítimas do acidente aéreo

Vítimas

Quem pilotava o helicóptero era o piloto Felipe Piroli, de 25 anos. A aeronave acidentada é um Bell Ranger 206, de prefixo PT-YDY. Ele partiu de Macaé, no Rio de Janeiro, com destino à Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e parou em Ubá para reabastecimento. Felipe transportava o patrão, dono da empresa Lotear Empreendimento Imobiliária Ltda, o empresário Roberto Queiroz, de aproximadamente 50 anos, e o filho dele, Bruno Queiroz, de 23. A informação é do amigo de Felipe, o piloto Guilherme Alves, de 32 anos. A esposa do empresário ficou em Macaé.

“Era um piloto muito experiente e prudente. Conhecia ele há anos. Uma das possíveis causas da queda pode ser o tempo ruim. Os pilotos de BH estão em luto pela morte. A classe perdeu um grande comandante e excelente amigo”, afirmou Guilherme.

A Lotear tem sede em Belo Horizonte e atua há mais de 35 anos no mercado imobiliário, em diversar cidades de Minas e Rio de Janeiro.

O controle de tráfego aéreo dos aeroportos de Confins e Pampulha confirmaram que receberam a informação de queda. No entanto, alegaram que nenhum helicóptero tinha sumido dos radares das duas pistas, o que significa que a aeronave não teria partido ou teria como destino BH.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here